«Uma verdadeira educação inclusiva é aquela em que o educador cria contextos educativos onde cada criança encontra a estimulação de que necessita para progredir, não perdendo de vista nenhuma criança e respondendo a todas elas »
Gabriela Portugal

Aqui pode encontrar o nosso Portfólio das atividades que desenvolvemos, as razões da sua realização, os progressos das crianças durante a permanência no Jardim de Infância, ate à entrada no 1º CEB

______________________________________________________

ATIVIDADES PARA OS TEMPOS LIVRES

(clica em cima do nome do ficheiro e joga)

JOGOS EDUCATIVOS
BIBLIOTECA DO GIGANTE , SITE DE JOGOS
SITIO DOS MIUDOS
, ATIVIDADES EDUCATIVAS, CAMINHO DAS LETRAS , RISCOS E RABISCOS
APRENDER A RECICLAR , JOGAR COM DADOS
BOB, RUCA, DINOSSAUROS, CARROS
QUADRO MAGNÉTICO, SUDOKU DAS CORES
JOGO DOS DENTES

terça-feira, 19 de março de 2013

FELIZ PASCOA

Desejamos a todas as familias uma FELIZ PASCOA.


segunda-feira, 18 de março de 2013

O Dia do Pai


Entre leituras, histórias e visitas à Biblioteca,  com muito carinho andamos a preparar a prenda para os nossos Papás....




Chegado o Dia, a excitação era muuuuuiiita.
E foi assim...

sexta-feira, 15 de março de 2013

Nesta semana da Leitura V

 
SUGESTÕES DE LEITURAS CONSOANTE A IDADE


Texto retirado daqui 

Entre os 6 e os 12 meses a criança:
Observa os livros. Tem interesse por imagens e caras de pessoas. Estica-se para apanhar coisas. Leva os livros à boca.Os livros mais adequados são: Coloridos, com fotografias de crianças ou imagens grandes e nítidas. Resistentes e laváveis. De cartão grosso, de pano ou plastificados, com páginas fáceis de virar.
Entre os 12 e os 24 meses a criança:
Senta-se sozinha. Consegue agarrar e transportar o livro. Segura-o na posição correcta, virado para cima. Transporta o livro pela casa. Entrega o livro ao adulto para que lhe leia.
Os livros mais adequados são: Coloridos, com imagens ou fotografias que incluam outras crianças, brinquedos e objectos em situações familiares nítidas, como por exemplo dormir, comer ou brincar. Com poucas palavras em cada página.

Entre os 2 e os 3 anos a criança:
Aprende a segurar o livro bem e a virar as páginas. Procura para a frente e para trás num livro as ilustrações que já conhece e de que mais gosta. Relaciona o texto com a imagem, diz frases completas de cor.
Por vezes consegue dizer histórias completas.
Os livros mais adequados são: Coloridos, com páginas de cartão — mas também com páginas de papel. Livros sobre crianças e famílias e sobre muitos temas: fazer amigos; alimentos; animais; camiões, carros, comboios, barcos, etc. Livros com palavras associadas a imagens. 
Entre os 3 e os 5 anos a criança:
Segura um livro correctamente. Volta as páginas, uma de cada vez. Ouve histórias mais compridas. Pode voltar a contar uma história conhecida. Distingue histórias contadas de histórias lidas. Começa a conhecer as letras do alfabeto.
Pode começar a saber ler palavras e expressões e a escrever o nome.

Os livros mais adequados são: Livros de histórias. Livros sobre crianças que são como elas e que vivem como eles, mas também sobre diferentes lugares e diferentes formas de vida. Livros com textos simples que possam memorizar. Livros que ensinam a contar, ensinam o alfabeto e ensinam palavras e frases.


A partir dos 6 anos a criança:

Está desejosa de conseguir ler sozinha, mas continua a adorar ouvir os adultos lerem alto. Procura os livros preferidos e lê livros novos. Gosta de descobrir nos livros as letras, sílabas ou palavras que já reconhece.
Vai conseguindo ler frases e ao sentir os seus próprios progressos sente-se vitoriosa.


Os livros mais adequados são: Livros com imagens coloridas, com pouco texto para ler sozinha e treinar ou com texto mais longo para ouvir ler e para descobrir sílabas, palavras e frases; histórias familiares; contos tradicionais; histórias de animais; informações sobre vários temas histórias alusivas à época do ano, Natal, estações do ano, ir para a escola, tempo de férias, etc.

quinta-feira, 14 de março de 2013

A Lenda do Mar de Alves Redol



Como foi o 4º dia da semana da leitura

 Vivemos mais uma aventura!
 A História que hoje fomos ouvir à Biblioteca Almeida Garrett - e nos foi contada através de teatro de Fantoches - passa-se não no fundo do mar mas à beira-mar, na maré-baixa.

A Verónica e a Monica  apresentaram-nos «A Menina do Mar», um  conto de Sophia de Mello Breyner. E foi um enorme sucesso, como podem ver pela atenção com que todos escutaram, do inicio ao fim. Trata-se de um conto adequado a crianças mais velhas mas que, com a perícia da Veronica e da Monica, se transformou num momento de encantamento total.

    

No final alem de visitarmos os bastidores do Teatro, as crianças fizeram um fantochinho de dedo (que ficou na carteira da professora, por esquecimento!!!)

 Aqui vimos onde se sentam, como se organizam, onde guardam os fantoches...
Foi uma manhã em cheio!
OBRIGADA VERÓNICA E MÓNICA


ALGUNS REGISTOS...






A Sessão para Pais

Na quarta feira, a Biblioteca da escola organizou uma sessão para pais subordinada ao tema «Mar de histórias e de afetos» com a presença de uma educadora de Infancia e Prof Bibliotecária, que com a sua simpatia, conseguiu interagir e dinamizar o publicou presente.




Nesta semana da Leitura IV


 CONSELHOS AOS PAIS

COMO LER COM AS CRIANÇAS PEQUENAS

Texto retirado daqui

1. Mostre a capa, mostre os livros e fale sobre as ilustrações.

2. Deixe a criança virar a página, se ela quiser.

3.
Leia as frases e mostre-as com o dedo.


4.
Torne a história viva, faça uma voz diferente para cada personagem e use mímica para contar a história.


5.
Quando a criança começa a saber ler deixe-a ler palavras e frases. Leia a par.


6.
Faça perguntas e converse sobre a história, sobre as informações e sobre as imagens.


7.
Verifique se a criança está a compreender bem.


8.
Deixe a criança comentar o livro, contar a história ou partes da história.


9.
Se a criança não mostrar interesse não insista. Leia outra história ou leia noutra altura.


10.
Se a criança pedir, volte a ler a mesma história uma ou várias vezes.
É frequente as crianças quererem ouvir muitas vezes uma história que lhes agrada. 


É importante que as crianças contactem com livros adequados em todas as idades. Se o contacto for diário os progressos tornam-se evidentes, para grande alegria de todos!

quarta-feira, 13 de março de 2013

O Ratinho Marinheiro

Ao longo de alguns dias desta semana ouvimos ler «O Ratinho Marinheiro» de Luisa Ducla Soares e  no final do livro realizamos um trabalho conjunto.
 
 


Como foi o 3º dia da semana da leitura

Começamos o dia da melhor forma, com o pai do Afonso e o livro " Eu e o meu papá", que nos fala de uma engraçada aventura, cheia de cumplicidade e ternura entre o pequeno ursinho e o seu papá.

Começa assim...

«O meu papá acorda-me 
todas as manhãss cedinho
 Faz-me cocegas no nariz
e na testa da-me um beijinho»
 (...)


E termina assim...

«O meu papá é fantastico
e melhor pai não há. 
Seremos amigos para sempre
 Eu e o meu papá»

 Foi um momento importante para todos e que fez o Afonso sentir-se muito especial.

 Muito obrigada Pai do Afonso.

Nesta semana da Leitura III

Conselhos às famílias

Texto retirado daqui

 1. Inclua os livros no dia-a-dia das crianças
À noite quando as crianças já estão na cama, leia-lhes antes de adormecerem. Os livros acalmam e dão serenidade. O momento do banho também pode incluir livros de plástico ou de borracha.

2. Faça da leitura uma actividade divertida
Tenha sempre uma estante baixa com livros, uma caixa, ou um cesto na zona dos brinquedos. Deixe a criança escolher o livro que quer ler consigo. Pode propor outros livros, mas não force. É importante que leia ou oiça ler com prazer.

3. Guarde alguns minutos por dia para ler com as crianças
Reserve sempre alguns minutos do dia para ler, observar e conversar sobre os livros que a criança aprecia. As crianças pequenas não aguentam muito tempo e não se deve forçar. À medida que vão crescendo passam a gostar de ver livros e ouvir ler histórias durante mais tempo.

4. Vá com as crianças à Biblioteca Pública
As bibliotecas públicas são muito acolhedoras e estão cheias de livros para todas as idades. Experimente ir com os seus filhos. O atendimento é muito agradável e o empréstimo é gratuito. Requisite livros para ler em casa com os seus filhos.

5. Ofereça livros às crianças
Ofereça livros aos seus filhos. Habitue as crianças a escolherem um livro para dar aos amigos como presente. Visite livrarias, supermercados e feiras do livro e deixe as crianças mexerem nos livros expostos para escolherem os que mais lhes agradam. Não imponha o seu gosto.

terça-feira, 12 de março de 2013

Como foi o 2º dia da semana da leitura

 A surpresa dos meninos da sala 3...




Nesta semana da Leitura II

CONTA-ME UMA HISTÓRIA!


«O desenvolvimento de competências de literacia aparece associado a um desenvolvimento precoce das mesmas, levando a que o papel da casa e do jardim-de-infância seja preponderante nesse processo.
(…)
A introdução precoce dos livros e a participação das crianças em interacção com os pais, relacionadas com a literacia, são factores importantes na aprendizagem da leitura e da escrita.»


O livro assume cada vez mais, uma grande importância como veículo de cultura, na medida em que proporciona aos leitores uma viagem pelo mundo da fantasia, da magia, do desconhecido, do real…Através dos livros as crianças sonham, fascinam-se, seduzem-se não só pelas ilustrações e pelos textos, como pelas mensagens, pelos conteúdos que os livros nos proporcionam.
Os livros podem servir de aperitivo para o desejo de saber mais, vontade e curiosidade de compreender o mundo, janelas da imaginação e dos afectos que ficam para sempre guardados na memória afectiva das crianças.
Ler para os filhos (e com os filhos), proporciona momentos de aproximação e de afectos. Não é preciso muito tempo diário, basta que no pouco tempo em que estamos com os nossos filhos lhes dediquemos um tempo de qualidade.
A hora do conto, (que pode ser antes da hora de dormir), pode constituir esse momento magico entre pais e filhos.

Algumas dicas para a leitura em família

- Procure estar confortável, num local sossegado, longe das conversas e da televisão.
- Sente-se junto do seu filho, para que a criança possa observar as ilustrações e as palavras à medida que vai lendo.
- Deixe a criança escolher o livro.
- Vá apontando o que está a ler para que a criança se aperceba do movimento da leitura.
- Leia com expressão, pronunciando claramente as palavras e fazendo pausas, incentive-a a ler palavras ou frases que já conheça, durante a leitura, converse sobre o que leu e explique alguma palavra ou situação que ela não perceba; pergunte o que vai acontecer a seguir.
- Se o livro for grande, leia-o em episódios.
- Quando terminar a leitura, converse sobre a história, sobre as personagens, sobre o que mais gostou, sobre o que achou interessante.
- Se a criança pedir, pode ler e reler diversas vezes a mesma história...

Lembre-se…

“Aquilo que o coração ama jamais será esquecido”

segunda-feira, 11 de março de 2013

Como foi o nosso 1º dia da Semana da Leitura


De manhã foi assim...


De tarde, assim..

 Fomos à sala do 2º Ano declamar esta poesia...

 E começamos a ler «O Ratinho Marinheiro» de Luisa Ducla Soares, em episodios. 
Amanhã haverá mais...

Nesta semana da Leitura I


Porque sabemos da importância que a leitura tem no desenvolvimento saudavel das nossas crianças, vamos, ao longo da semana, deixar aqui alguns textos que promove uma reflexão sobre este tema.


Texto retirado daqui 

As crianças que lêem, ou ouvem ler, e contactam com livros todos os dias, desenvolvem-se melhor e têm mais sucesso na escola.Faça da leitura com as crianças um momento agradável no dia-a-dia da sua família.

7 Exelentes razões para ler com as crianças

1.Ouvir ler em voz alta, ler em conjunto, conversar sobre livros desenvolve a inteligência e a imaginação;

2.Os livros enriquecem o vocabulário e a linguagem; 

3.As imagens, as informações e ideias dos livros alargam o conhecimento do mundo;

4.Quem tem o hábito de ler conhece-se melhor a si próprio e compreende melhor os outros;

5.Ler em conjunto é divertido, reforça o prazer do convívio; 

6.Os laços afectivos entre as crianças e os adultos tornam-se mais fortes; 

7.A leitura torna as crianças mais calmas, ajuda-as a ganhar autoconfiança e poder de decisão.

domingo, 10 de março de 2013

Uma história colaborativa II

Mais um episódio, desta vez feito pelas crianças da sala 2.


 

sexta-feira, 8 de março de 2013

O Dia da Mulher

Hoje foi Dia da Mulher e todas nós tivemos uma otima surpresa:
As nossas colegas do 1ºCiclo prepararam, com os seu alunos, uma flor que dar a todas as Mulheres da escola...
Um gesto tão simples quanto bonito e significativo do bom ambiente entre todos os profissionais da escola.

 

Realmente um bom «dialogo e colaboração entre educadores e professores do 1º ciclo facilitam a transição e uma atitude positiva da criança à escolaridade obrigatória.»      (OCEPE, pag 91)

quinta-feira, 7 de março de 2013

Mais uma atividade do Estendal de Palavras

Lembram-se do jogo O Bau das palavras? 
Desse jogo surgiram diversas frases que estamos agora a usar para mais uma atividade:
Dividir as frases em palavras, identifica-las, conta-las, ordena-las de forma a que a frase mantenha o sentido...


O Bingo das rimas




Uma história colaborativa

Hulk, o Polvo valentão
Esta é uma história colaborativa ou seja é elaborada por capitulos, pelos diversos grupos do Jardim de Infancia.
 Iniciou-se na sala 3, passou de seguida para nós e agora está nas mãos dos meninos da sala 2. 
Vamos ver no que vai dar, o que vai acontecer às personagens criadas pelas crianças da sala 3. 
São eles: 
o Polvo Hulk, a Catita (o peixe beta) e o Quico (o peixe lua).
 Entretanto juntaram-se mais amigos...
 Vamos  ter que aguardar pelos proximos capitulos para saber o que vai acontecer.



quarta-feira, 6 de março de 2013

PROGRAMA PARA A SEMANA DA LEITURA

Porque... 
«Durante a leitura de histórias, as crianças aprendem sobre a estrutura da língua escrita, sobre a organização do material impresso nos  livros, para além de desenvolverem o vocabulário, capacidades de manutenção na tarefa (atenção e concentração) e interagirem com adultos e pares*», vamos dedicar uma atenção muito especial à divulgação da leitura, durante a proxima semana..

Assim teremos...
... A visita de um Contador de histórias;
...Vamos receber os mais pequeninos da nossa escola (os meninos da sala 3) que nos vão contar uma história;
... Vamos fazer um intercambio de declamação de poesias, com o 1ºCiclo;
... Vamos à BMAG assitir a um Teatro de Fantoches sobre «A Menina do Mar» de Sophia de Mello Breyner Andresen;
...Vamos ter muitos momentos de leitura e de prazer.

Porque  é na Familia que tudo começa, os pais não foram esquecidos. Assim, vamos ter uma sessão para pais, intitulada "Mar de histórias e de afetos", com o objetivo de sensibilizar as familias para praticas facilitadoras e promotoras da leitura.

 Vai ser uma semana em cheio!!!


 *« Livros, Leitura e Literacia Emergente», Paulo Ferreira Del Pino Fernandes, IN «FORMAR LEITORES, DAS TEORIAS ÀS PRATICAS», 2007

terça-feira, 5 de março de 2013